Casamento Judaico - Sefaradita


Estas sao algumas das tradicoes mais populares de um

casamento ortodoxo Sefaradita.

Ha muitos outros costumes e tradicoes, mas jah que sao restritos pequenos grupos, preferi nao pesquisa-los a fundo. Penso em futuramente traduzir alguns costumes, principalmente os esquecidos/extintos das comunidades Espano-Portuguesas... mas isso vai ficar p/ outra hora.

. . . .

SE FOR USAR MEU MATERIAL EM SEU PROJETO, MENCIONE MEU NOME E O NOME DE MEU BLOG NOS CREDITOS.

. . . .

HENNA

A maioria dos casais Sefaraditas (provenientes da Peninsula Iberica), Mizrahi (provenientes de paises arabes) e outras comunidades judaicas nao-ashkenazitas fazem a henna antes da cerimonia de casamento. A henna pode ser feita 1 semana, alguns dias ou ateh mesmo no dia do casamento, durante a festa.


Hoje em dia as hennas marroquinas e yemenitas sao as mais populares e copiadas por casais de comunidades nao-ashkenazitas menores. Isso acontece porque muitas dessas comunidades menores perderam (se esqueceram, deixaram de lado... esses jovens, esses jovens, sempre abandonando a tradicao de seus avos e querendo se adaptar a cidade grande...) suas tradicoes regionais.



A henna eh uma festa de noivado?


Antes de responder, vamos entender um pouco mais da henna. Pintar partes do corpo com henna em ocasioes festivas eh uma pratica comum no Oriente Medio, Norte da Africa, India e outros paises asiaticos. Judeus usam a henna por milhares de anos. E eu pretendo fazer futuramente um super post sobre a historia da henna no Judaismo, agora vamos nos ater somente a conexao da henna com o casamento judaico.


Usar henna nao tem nada a ver com religiao, eh um aspecto totalmente cultural. Mas como sempre achamos espiritualidade em tudo, a palavra "henna" em Hebraico possui as iniciais das 3 mitzvot femininas: "chet" para challah, "nun" para nidah (pureza familiar), e "hei" para hadlakat nerot, acender as velas (de Shabbat).


Na verdade, a henna eh usada para celebrar varias ocasioes especiais como nascimentos, ritos de passagem (bar mitzva), casamentos e outras ocasioes festivas.

No casamento, pintar o corpo com henna engana os “demonios” e o “mau olhado” pois jah que os noivos estao pintados, tais forcas negativas nao os reconhecerao (eu sei, eu sei… mas cultura eh cultura, neh?), traz fertilidade e boa sorte ao casal, boa sorte aos participantes da festa e uma infinidade de motivos.


Entao eh por isso que fazemos a henna antes ou durante a festa de casamento! Para atrair tudo quanto eh energia positiva para o novo casal e os convidados!


Hennas podem ser feitas em casa, com a familia e amigos proximos ou em saloes de festa. Alguns casais fazem suas hennas tao luxuosas quanto a festa de casamento em si. Eh como se fossem duas festas de casamento… eu nunca perguntei o preco. Soh fui em 2 hennas ateh hoje e soh parabenizei os pais dos noivos sem jamais questionar valores… pq sabe como eh… em boca fechada nao entra mosquito.


Hennas marroquinas sao celebradas de uma maneira, yemenitas de outra (lindissimo!!!!), e a assim por diante. Cada grupo de judeus celebrarah a henna de acordo com a cultura do pais onde viveram.


No geral, quando a festa estah perto do final a avoh ou mae ou da noiva pega um container com a henna (parece uma massa escura) e passa nas maos dos noivos (pontas dos dedos, palma, as vezes ateh nos pes, isso depende do costume de cada familia). Esse momento de trazer a henna para os noivos eh muito importante.


Ha muito canto, muita concentracao, muita alegria. Algumas familias tem o costume de que algumas mulheres mais idosas venham a frente da que estah trazendo o container com henna, tocando tambores e cantando.


Alguma mulher proxima a noiva (familia ou amiga) passa a henna na palma das maos dAs convidadAs. Sim, ateh onde eu vi, soh mulheres fazem fila para receber um pouco de henna. Nao me perguntem o motivo. Henna eh realmente uma coisa de mulher?


O que vi em uma dessas hennas foi que os noivos colocaram luvas transparentes para receber a henna em suas maos. Muito logico isso!!! Por que? Pq a henna eh um colorante que fica varios dias na pele. Muitos noivos celebram suas hennas poucos dias antes do casamento, ou seja… durante a cerimonia, o noivo vai pegar o anel de casamento com os dedos escuros e colocarah tal anel nos dedos pintados da noiva… algumas hennas deixam uma marca amarela, outras alaranjada e outras um tom quase negro. Algumas noivas querem evitar isso para as fotos de casamento, entao... luvas!


A mae (ou mulheres da familia) da noiva a alimentam com pratos tipicos, geralmente feitos com mel, amendoas (nao pode entrar nada amargo nessa lista), azeitonas, etc.

Ha muita, mas muita musica e danca durante uma henna. Seja de CD (festas familiares) ou com cantores ao vivo, a musica eh sempre muito alegre.

Algumas hennas tem dancarinas de danca do ventre, outras tem tambores, tudo depende do gosto e da condicao financeira da familia.


As noivas mudam de roupas 3 vezes (eu contei ateh 3) mas eu nao sei o motivo, tvz para ajudar a noiva a enganar o “mau olhado”? No inicio, ambos os noivos vestem o kaftan (vestido bem largo com mangas largas), depois, o noivo pode continuar com seu kaftan, mas a noiva sempre troca de roupa. As roupas da noiva sao tipicas da cultura do pais de onde sua familia se origina.


Em Israel, como eu tava sempre tentando me aproximar dos Sefaraditas (que pra mim constituiam o misterio final do Judaismo hahahaha) uma senhora me disse que “antigamente” alguns grupos de mizrahi (judeus-arabes) celebravam 2 noites de henna na semana antes do casamento. Uma no meio da semana e outra em motzei Shabbat. Hoje em dia, ninguem faz mais isso. Soh uma henna e pronto.



E as “tatuagens” bonitas, quem faz?


Agora sim vamos ao detalhe que me encafifou muito: a primeira vez que fui em uma henna, estava esperando sair de lah com uma “tatuagem” linda, mas soh recebi um montinho de henna na palma da minha mao… o que me decepcionou (hahah perdao, eh que eu era mais ignorante naquela epoca do que sou hoje).


Meu marido e meus amigos da epoca, todos ashkenazitas nao tinham ideia do que estava acontecendo. Entao… quando fui na segunda henna, vi que estavam fazendo a mesma coisa e perguntei “Cade as obras de arte em henna que eu vejo no Google?” Ai veio a explicacao: tais “tatuagens artisticas” sao feitas por profissionais contratados e nao tem nada a ver com os costumes dos judeus sefaraditas/mizrahim.


Fazer desenhos elaborados com henna eh um costume proveniente da India, veja bem… nao tem nada a ver com Oriente Medio. Dai, o povo do Oriente Medio viu o que os Indianos podiam fazer e…


Nestes casos, os noivos contratam um(a) artista de henna para entreter seus convidados. Mas na maioria das vezes, nao contratam estes profissionais. Alguns cobram U$50 por hora, outros U$ 100 por hora, tudo depende da habilidade artistica do “tatuador”.


Me disseram que eh raro ter um artista em hennas de casamento, pois a maioria das noivas querem perpetuar a tradicao de suas avos e bisavos.


Nao ha troca de aneis ou entrega de um anel para a noiva durante a henna. Mas nada impede que uma noiva mais moderna receba o anel de noivado do noivo ou da mae dele, sem testemunhas, como acontece no vort. A festa termina muito festiva e os noivos voltam para a casa dos pais, onde aguardarao as outras tradicoes que tomam parte antes da cerimonia de casamento.


Hoje em dia em Israel, tem-se tornado mais comum ver jovens ashkenazitas participando ou fazendo uma festa de henna antes de seus casamentos. Se o noivo for sefaradita e a noiva ashkenazita, ha uma grande chance de que haverah uma henna. Quando isso acontece eh tipo… o encontro de dois universos!


Sim, no Judaismo os casamentos sao como maratonas! Por isso eh quase impossivel achar todas as tradicoes em um unico site ou livro.


Mas de tradicao em tradicao, a gente chega lah!


1. Video de uma henna mais moderna: https://www.youtube.com/watch?v=RJCvxlRX3s8


2. Um video bem amador que dah realmente a impressao de como a gente se sente no meio de uma festa dessas: https://www.youtube.com/watch?v=Q8GX7W0xdOY


3. E um video p/ fazer qqr antropologo chorar de emocao: uma henna yemenita com direito a procissao de henna e avoh da noiva cantando lah pros 3 minutos do video e depois colocando a henna nas maos do casal e os abencoando: https://www.youtube.com/watch?v=rOJYCtrSSq0


4. E uma henna super luxuosa com minha musica marroquina favorita:https://www.youtube.com/watch?v=aOeNRw65_Vc



Nota importante: a henna praticada por comunidades judaicas do oriente medio influenciou as comunidades espano-portuguesas que se viram forcadas a mudar p/ o Marrocos, Tunisia e demais paises devido a Inquisicao, e terminaram por adotar esta tradicao.



SHABBAT ANTES DO CASAMENTO


No geral (pois costumes sefaraditas mudam muito de família para família) não há o aufruf para o noivo no Shabbat antes do casamento, mas no Shabbat DEPOIS do casamento, onde o noivo é chamado para a alyiah a Torá e se ele puder ler Hebraico, para ler a haftará.


No entanto, o Shabbat antes do casamento é uma data muito especial para as famílias dos noivos.


Então se eles moram perto, as duas famílias podem se reunir para as refeições de Shabbat ou... eles podem simplesmente fazer sua “festa“ individualmente: a família do noivo chama todos os seus familiares e amigos do noivo para as refeições em sua casa e ao mesmo tempo, a família da noiva faz o mesmo na casa deles, convidando familiares e amigas dela para que ela também tenha o Shabbat Kallah.


Noivos e noivas Sefaraditas se vêem na semana antes do casamento.



DIA DO CASAMENTO


Ha tantas tradicoes Sefaraditas que seria impossivel registra-las em um unico post.


Devido a essa grande variacao de tradicoes, se voce for Sefaradita, o que vou descrever a seguir provavelmente eh diferente do que voce possa ter visto em sua familia.


Com o passar dos anos, muitos Sefaraditas tem abandonado sua tradicoes e adotado as Ashkenazitas.


Vamos lah:


. . . .

ANTES DA CERIMONIA


O dia do casamento eh considerado o dia mais feliz na vida do noivo e noiva, e por isso, eles nao jejuam.


Noivos e noivas podem se ver e conversar na semana do casamento e ateh antes da cerimonia, o que cria um senso de conexao entre eles e suas familias.


Nota pessoal: o fato de que os noivos se veem antes da cerimonia indiretamente ajuda os convidados. Em casamentos ortodoxos Ashkenazitas os noivos soh podem tirar fotos juntos depois da huppah… e alem das fotos juntos, eles tbm tem que tirar fotos com suas familias… e enquanto isso, os convidados ficam esperando de 1 a 2 horas para o inicio da festa. Como meu casamento foi Ashkenaz, meus convidados ficaram esperando tambem…



KABALLAT PANIM

Nao ha tish, jah que noivo e noiva podem se ver antes da cerimonia.


Algumas familias fazem o kabbalat panim, com o objetivo de socializacao entre convidados e fotos (assim os noivos nao precisam tirar fotos com suas familias depois da huppah), mas ha familias que discordam da ideia de servir esse coquetel e os convidados vao direto para o local onde estah a huppah para aguardar o inicio da cerimonia.


Para as familias que fazem kabbalat panim, uma refeicao leve eh servida aos noivos e suas familias, onde ha preferencia por pratos doces.


Sabores amargos, apimentados ou muito fortes sao evitados.




BEDEKEN (COBRIR O ROSTO DA NOIVA COM UM VEU)

Nao ha bedeken no casamento Sefaradita.


Durante o bedeken Ashkenaz, o noivo vem a sala onde a noiva estah, confere se eh a noiva certa (para evitar o que aconteceu com Yaakov que se casou com Leah em vez de Raquel), cobre o rosto da noiva e vai embora, a fim de espera-la na huppah.


A noiva vem com o rosto coberto e a cerimonia eh iniciada (com o rosto dela ainda coberto). Em algumas comunidades Ashkenazitas, o rosto da noiva eh descoberto durante a primeira bencao da hatunah (cerimonia de casamento), mas em outras comunidades, ela permanece com o veu durante TODA a cerimonia.


Assim sendo… seguindo o pensamento logico sefaradita (as vezes pensamentos logicos sao bem fantasiosos, mas enfim…) e se a noiva for trocada por outra mulher entre a bedeken e a huppah? O noivo ashkenaz teria uma grande surpresa no final da cerimonia, quando finalmente descobrisse o rosto de sua amada.


E para evitar tal surpresa… a logica da tradicao Sefaradita ensina que a noiva vai a huppah com o rosto coberto (geralmente a mae ou avoh cobre o rosto dela), e o noivo descobre o rosto de sua amada assim que ela chega a huppah, ANTES do inicio da cerimonia.


Em muitos casos, a noiva sefaradita vai a huppah com o rosto descoberto, e quando chega lah, o noivo o cobre para o inicio da cerimonia e o descobre quando chega a hora do kedushim (bencao sobre o vinho). Como disse anteriormente, ha uma grande variacao dos costumes sefaraditas... cada familia segue sua propria tradicao.


ASSINATURA DA KETUBAH

Nao ha assinatura do tennaim (documento de noivado), soh da ketubah. Em muitas comunidades, a assinatura da ketubah (documento de casamento) se dah sob a huppah. Em outras, a assinatura da ketubah acontece antes da cerimonia, em uma sala onde o rabino, noivos, seus pais e testemunhas se encontram.


A ketubah sefaradita possui informacao escrita diferente das ketubot ashkenazitas.


Nao ha quebra de pratos entre as maes dos noivos, jah que este eh um costume europeu.




HATUNNAH (Cerimonia de Casamento)


A huppah sefaradita tem que ser feita dentro da sinagoga ou em outro local fechado (ao contrario dos ashkenazitas que acreditam que na huppah a ceu aberto).


Preferencialmente a huppah e feita dentro da sinagoga, em frente ao Heichal, que eh o lugar onde a Torah fica guardada. Ashkenazitas chamam este local de Aron Kodesh.


Alguns dizem (nao eh oficial, e nunca ouvi referencias literarias desta informacao, eh soh algo que se comenta aqui e ali entre amigos) que a cerimonia tem que ser feita dentro da sinagoga para manter o recato do casal… pois cerimonias a ceu aberto podem ser vistas por todos que passam pelo local, convidados ou nao.


O noivo aguarda a noiva sob a huppah, e a noiva vem em sua direcao, acompanhada de seus pais, um de cada lado. Eles nao seguram velas, e a noiva pode ou nao estar segurando um bouquet de flores.


Nao ha as 7 voltas ao redor do noivo, em vez disso, a noiva e seus pais param alguns metros antes da huppah, dai o noivo vem encontra-la, cumprimenta os sogros, toma a mao de sua amada e volta para a huppah com ela.


Os pais da noiva seguem para o lado da huppah, para a companhia dos demais familiares.


Devido a ignorancia de suas proprias tradicoes somados a influencia de amigos ashkenazitas, vemos as ‘7 voltas’ em muitos (pra nao falar maioria) dos casamentos sefaraditas.


O noivo recebe um tallit novo, que pode ter sido dado por seus sogros, por sua noiva ou de seus proprios pais, e recita a bencao Shecheheianu.


Geralmente, noivo e noiva se posicionam encarando a congregacao e o rabino fica de costas para a congregacao, assim todos os convidados podem ver o rosto do feliz casal.


A cerimonia procede, e em caso a ketubah seja lida sob a huppah, as testemunhas vem assina-la. A ketubah sefaradita tem mais conteudo escrito que a ashkenazita, jah que funciona como um contrato entre as familias.


O noivo coloca o anel no dedo indicador da noiva, como eh feito na tradicao Ashkenaz.


Perto do final da cerimonia, o Heichal (Aron Kodesh) eh aberto, o noivo cobre a si e a sua noiva com o talit, os dois se aproximam do Sefer Torah e rezam. Eh um momento muito bonito.


Quando a cerimonia se encerra, o noivo quebra o vidro e todos dizem ‘Mazal Tov!” em voz alta.



DEPOIS DA CERIMONIA


Nao ha ‘sala de yichud’ depois da hatunah. Os noivos vao da huppah direto para a festa.


Na verdade, rabinos sefaraditas zelosos por sua tradicao condenam veementemente este costume ashkenaz, pois dizem que ele fere o recato do casal.




DURANTE E APOS A REFEICAO

A bencao hamotzi eh recitada e a refeicao se inicia. Assim como nas festas ashkenazitas, ha muita musica e dancas entre um curso da refeicao e outro.


Em algumas familias, os pais dos noivos se aproximam deles e os cobrem com um talit apos a refeicao, para a primeira sheva brachot (sete bencaos ditas apos o birkat hamazon).


Alguns casais preferem fazer a cerimonia da henna DURANTE a festa de casamento. Eh comum ver mulheres segurando cestas de doces rodeando a noiva, lhe desejando uma vida …doce (simples, nao?).


Dependendo da tradicao familiar (e do rabino), apos a refeicao, quando muitos dos convidados jah se retiraram, o casal serah encaminhado a sala de yichud, para que lah permanecam por 15 minutos.


Muitos rabinos acham essa tradicao repugnante e aconselham os noivos a nao pratica-la. (eu sei que ‘repugnante’ eh uma palavra forte, mas eh a palavra que usam). Estes rabinos (entre eles, o rabino chefe Sefaradita de Israel, Yitzhak Yossef) nos ensinam que os noivos sao considerados marido e mulher no momento que o noivo cobre a noiva com seu talit, durante a cerimonia, quando os dois se colocam em frente ao Aron Kodesh e jamais devem ser encaminhados a uma sala de yichud.



SHABBAT DEPOIS DO CASAMENTO

O aufruf do noivo eh celebrado na sinagoga, onde ele eh chamado para ler um trecho da Torah, onde Avraham envia seu servo Eliezer, para encontrar uma noiva para Yitzchak. O noivo tambem pode ler um trecho da parasha da semana ou a haftarah.


No final do servico religioso, a familia dos noivos podem sponsorar um kidush (refeicao leve) em honra de seus filhos e todos vem desejar mazal tov ao novo casal.


Posts Destacados
Procure por Tags

© 2015 por Vida Pratica.