© 2015 por Vida Pratica.  

Como Desmascarar um Picareta?

18.08.2015

  

Como desmascarar um ‘picareta’?

 

O Brasil nao estah preparado para a leva de picaretas que “ensinam” Judaismo em troca de dinheiro em nome da picaretagem. Nao quero nem pensar o que vai acontecer quando os falsos cabalistas chegarem em massa em solo brasileiro... 

 

No momento que os picaretas profissionais de Judaismo ouvirem que os brasileiros estao desesperados para lhes oferecer tudo o que tem na carteira por uma “bencao”, “revelacoes da vida passada”, “visoes do futuro”, e que muitos brasileiros falam que o interesse de nao-judeus pelo Judaismo acontece para “que se cumpram as profecias” (picaretas a-do-ram esse tipo de conversa) entre outros “truques”, eles chegarao ai em grande numero… 

 

Tomem cuidado e nao acreditem em qualquer homem barbudo ou mulher de peruca feia (de alguma forma, as picaretas que eu jah vi sempre usam perucas horrendas) que possa bater a sua porta e se ofereca para solucionar sua vida por dinheiro.

 

Na pratica, saiba como se livrar dos ‘picaretas judaicos’:

 

Quem eh o ‘picareta’?

- Todo judeu ou nao-judeu que “ensina” Judaismo ilegalmente, a custa de dinheiro (mas as vezes eles oferecem uma isca gratuita em forma de cursinho gratis, palestrinha gratuita etc.)

 

Quem sao as vitimas?

- Voce, eu, seus pais, filhos e vizinhos, judeus e nao-judeus. Em suma, qualquer pessoa que nao pesquise as origens do ‘picareta’ sao vitimas em potencial.

 

 

ENTENDENDO O PROBLEMA A FUNDO

 

Quem pode ensinar Judaismo OFICIALMENTE?

- Rabinos (e mesmo nao dah pra confiar em qqr rabino logo de cara... infelizmente ha alguns casos por ai de picaretagem e abuso - fora do Brasil, nao se preocupem - que saem nos jornais que surpreendem ateh a mim... mas isso vai pra outro topico!)

 

 

Quem pode ensinar Judaismo OFICIALMENTE, alem de rabinos?

- Pessoas com formacao religiosa (que frequentaram uma yeshiva ou seminario respeitados) que SEJAM AUTORIZADOS por seus rabinos a ensinar 

 

- Pessoas que possuam formacao academica em estudos judaicos (receberam doutorado ou qqr outro diploma em estudos Talmudicos etc.) e que SEJAM AUTORIZADOS por seus rabinos a ensinar. Por exemplo:

a) Dr. Shana Strauch Schick – PhD em Talmud concedido pela Yeshiva University

b) Gerald Shroeder – Fisico, escritor, palestrante e professor na Aish HaTorah

c) qualquer pessoa que possua um diploma e suficiente conhecimento da religiao judaica

 

- Moreh e morah (professor e professora) que trabalham ou trabalharam em escolas JUDAICAS.

 

 

Quem pode ensinar o Judaismo NAO-oficialmente?

- Rebbetzins (esposas de rabinos, e mesmo assim, se ela for casada c/ um picareta... bom... vai pra outro topico!)

 

- Pessoas que nao possuam formacao academica, mas que tenham atingido um alto nivel de educacao judaica depois de ANOS de estudo e QUE RECEBEM AUTORIZACAO de seus rabinos a ensinar

 

 

Perceberam algo em comum em todas as respostas?

Sim, TODOS precisam de autorizacao de seus rabinos para ensinar Judaismo. 

 

 

Como saber se o picareta eh autorizado ou nao?

 

- Pergunte qual yeshiva ou seminario cursou.

 

- Pergunte qual sinagoga ele(a) eh membro.

 

- Pergunte o nome de seu rabino e se o rabino de tal pessoa ESTAH CIENTE do que estah acontecendo (alguns escondem dos rabinos que estao saindo da linha).

 

- Pergunte quantas palestras ou cursos tal pessoa jah deu PARA JUDEUS, em que sinagoga ou em escola JUDAICA. Se a pessoa nunca ensinou para judeus, significa que nao estah apta para ensinar para nao-judeus... no portugues claro: se nunca ensinou para judeus, significa que ha uma graaaaaaaaaande chance da pessoa estar agindo sem autorizacao de seu rabino (se eh que a pessoa tem um rabino)

 

- Cuidado com “autorizacoes internacionais” em idioma que voce nao fala. Esse eh um dos piores pontos para lidar pois no momento que alguem apresenta um documento em ingles ou hebraico, parece que a pessoa que o recebe perde  a capacidade de pensar… cuidado, muito cuidado com documentos que “provam” alguma coisa, mas que voce nao pode ler.

 

Te dou um exemplo: nao ha Ortodoxia Moderna no Brasil. Alem de nao haver, ateh onde eu tenha lido nos jornais, a Ortodoxia Moderna nao tem nem planos de um dia se instalar na America Latina. Assim sendo, qualquer pessoa que se apresente como “representante” ou com “diploma” ou “autorizacao”, “cartao” etc. se referindo como representante OFICIAL da Ortodoxia Moderna e que estah apto a executar conversoes ao Judaismo eh uma fraude. Nao ha beit din ortodoxo moderno na America Latina, apenas nos EUA e Canada.

 

Outro exemplo que eh valido SOMENTE PARA JUDEUS: pesquisem quem se oferece para “dar bencaos” ou pedir tzedaka. Nem tudo eh o que parece. Ateh eu jah cai em golpes… vejam bem… uma vez um grupo de hassidim bateu a minha porta pedindo tzedaka, e sem pensar duas vezes eu dei uma quantia generosa… alguns dias depois eu descobri quem eles eram: LEV TAHOR. 

 

Em Jerusalem ha sempre rumores de casos de homens que se vestem de maneira religiosa e batem a porta a procura de doacoes, segurando papeis nas maos, dizendo que tais papeis sao autorizacoes de seus rabinos para coletarem dinheiro… e muitas vezes nao eh assim que a banda toca. Eh fraude. Quando morei em Har Nof nos contavam que algumas mulheres jah tinham sido sexualmente atacadas por tais individuos. Mas a primeira vista, sao judeus religiosos…

 

Ok, voltando aos picaretas que iludem nao-judeus a fim de garantir seu ganha-pao:

 

- Nao tenha medo de perguntar referencias (que escola judaica ele(a) jah ensinou, que yeshiva ou seminario cursou e em que sinagogas jah deu palestras)

 

- Se o "professor" ou “palestrante” te deu o nome do rabino dele, ligue e confirme. Eu, Esther, posso aparecer em qualquer estado brasileiro onde nao ha comunidade judaica e dizer que pertenco a comunidade X do estado de SP… e quem eh que vai saber se estou dizendo a verdade ou nao? Sendo assim: confirmem a informacao.

 

Agora... se o(a) tal "professor(a)" nao tem diploma... nunca foi pra yeshiva ou seminario E mesmo que tivesse ido, nao tem autorizacao de seu rabino (se eh que tem rabino) para "ensinar"... nunca lecionou ou palestrou p/ judeus... a ultima vez que pisou numa escola foi quando se formou no 'colegial' ha muuuuuuito tempo atras... nao eh membro de nenhuma sinagoga... bom... preciso falar mais?

 

 

DETALHES TAO PEQUENOS DE… UMA RELIGIAO

 

1. Judaismo proibe proselitismo. 

Uma pessoa soh pode ensinar Judaismo a um nao-judeu se houver um proposito. 

Qual proposito? Curso de conversao. Ou seja, tal pessoa irah te convidar para a sinagoga dela, irah te passar o endereco da sinagoga dela, irah te DIRECIONAR e apresentar ao rabino dela.

 

Entendeu? Nao ha segredos aqui. Se eu ensino Judaismo a alguem com proposito de conversao, TENHO que contar pro meu rabino, apresentar a pessoa a ele e trazer a pessoa comigo pra sinagoga. Eh assim que acontece quando a coisa eh feita legalmente.

 

(na verdade, eu jamais passaria por essa situacao de ter que apresentar alguem ao meu rabino pois onde moro ha batei din ortodoxo, ortodoxo moderno, conservador e reformista... entao se alguem deseja se informar sobre conversao ao Judaismo, tal pessoa tem a liberdade de ler os websites que descrevem os programas de conversao oferecidos em minha cidade e decidir com qual beit din conversarah)

 

Note: qualquer judeu pode FALAR de Judaismo (SEM COBRAR UM TOSTAO) contanto que seja de maneira informal.

 

Podemos falar alguns preceitos basicos durante uma conversa com um vizinho “No Judaismo acreditamos que a caridade pode mudar o decreto Divino”, por exemplo, ou postar informacao de Judaismo na internet, pois tal informacao estarah aberta tanto a judeus quanto a nao-judeus, mas tal informacao nao pode conter NENHUM "vinculo financeiro" entre o judeu e nao-judeu. Informacao informal eh gratuita... fala quem quiser e acredita quem quiser... 

 

Agora… quando alguem QUE NAO EH AUTORIZADO POR NENHUM RABINO (pessoa que estah fora de todas as categorias citadas acima) quer "ensinar" Judaismo a nao-judeus e cobrar por seus “ensinamentos”… uau... tal procedimento estah totalmente fora da nossa etica. 

 

Em frente a Justica Brasileira, isso nao eh considerado crime, pois qualquer um pode ensinar a religiao que quiser e cobrar o quanto quiser… paga quem quer, uai… ninguem tah forcando ninguem.... entao crime nao eh (ateh certo ponto, cuidado fraudadores porque pode ser que uma de suas vitimas possua um bom advogado e ai a casa cai).

 

Agora quando falamos da comunidade judaica… uau… a pessoa que faz esse tipo de coisa entra pra lista negra. Eh completamente proibido fazer proselitismo.

 

O que eh proselitismo?

a) Incentivar uma pessoa a se converter em vez de dirigir tal pessoa a um rabino. 

 

b) Oferecer “cursos preparatorios de conversao” pois tal coisa NAO EXISTE no Judaismo: se alguem quer se converter, deve conversar DIRETAMENTE com um rabino e nao passar por cursinhos de como conversar com rabinos... pelamor... 

 

c) Prometer qualquer tipo de vantagem junto a comunidade judaica ou Estado de Israel em caso de conversao

 

 

Bom, entao eh isso ai. Fiquem espertos e quando alguem se identificando como judeu lhe oferecer para “ler sua mao”, “fazer milagres”, “dar palestras que mudarao a sua vida”, “ler o seu futuro atraves das linhas do seu rosto”, “oferecer segulot duvidosas para fertilidade”... tais "magicas" podem lhe custar muito. Nao soh financeiramente, mas psicologica e espiritualmente tambem.

 

Ha um caso que estah bombando em Israel do rosh yeshiva cabalista de Tzfat que estruprou mais de 10 mulheres como segulot (simpatia) para fertilidade… e a esposa dele sabia de tudo mas jamais o denunciou… ela estava tao sufocada de supersticoes, simpatias e medos (do marido e do “alem”) que ela aceitou o comportamento dele como se fosse algo normal.

 

Vou citar tambem o famoso caso do nanach, Daniel Ambash, que atraves de “supersticoes cabalisticas” iludiu e convenceu 6 mulheres a morarem com ele (alem de cometer crimes de ordem sexual contra seus proprios filhos) quando tentou trazer a setima para dentro de sua casa (ele obrigava uma das esposas fazer amizade com a ‘proxima vitima’ ateh ganhar confianca… dai ele assustava a vitima o suficiente com seus “poderes cabalisticos” e a convencia de que se ela morasse com ele, tudo daria certo) a vitima, de 18 anos, ligou para uma organizacao israelense que liberta pessoas de cultos psicoticos e o criminoso foi preso. Pegou uma sentenca de 26 anos. Suas “esposas” ficaram mentalmente perturbadas ao ponto de perderem a guarda de seus filhos. Os filhos estao sendo criados em instituicoes do governo, onde irao para escola, aprenderao uma profissao… todos esperamos que estas criancas tenham uma chance de serem normais e felizes.

 

Picaretas estao em todos os lugares.

 

Faca o seu melhor para se proteger. 

 

Se esqueci alguma dica em como identificar picaretas, eh soh me contactar via e-mail: vpjudaica@gmail.com

 

 

(e nao acredite em roupas pretas e perucas… qualquer um pode bancar o cabalista e se vestir com o “uniforme ortodoxo” : terno preto, camisa branca s/ gravata e chapeu… assim como qualquer mulher pode colocar uma peruca e sair por ai vendendo segulot contra mau olhado… Protejam-se!)

 

Boa sorte e kol tuv,

 

Esther

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

Posts Destacados

O Que é um Rabino? O Que é Semicha?

October 21, 2018

1/10
Please reload

Procure por Tags