© 2015 por Vida Pratica.  

Bnei Anussim e o Festival de Santa Ester

Adar! Purim! Hoje vou te apresentar um lado nao muito conhecido de Purim: o Festival de Santa Ester (ou Santa Esterica).

 

Eh sempre intrigante ler sobre como os Bnei Anussim (Judeus forcados a se converter ao Cristianismo) tentavam manter seu Judaismo e faziam o seu melhor para manter suas tradicoes... mesmo que tivessem que mudar o nome de seus feriados para despistar a Inquisicao.

 

 

 

Criatividade Anussita

Era perigoso usar o sidur? Eles decoravam as rezas.

Era perigoso acender velas de Shabbat? Eles acendiam a lareira, acendiam uma vela dentro de um vaso etc.

Era perigoso celebrar um feriado judaico? Eles celebravam modestamente o festival meses antes ou depois da data correta.

O fator mais importante na vida dos Bnei Anussim era: MANTER SEGREDO.

 

E foi mais ou menos assim que eles criaram um festival para uma santa que nao existe, a fim de mascarar a celebracao de Purim.

 

 

 

Santa Ester

Para a Igreja Catolica, ha duas maneiras de uma pessoa se tornar santa: atraves da canonizacao (maneira oficial) e atraves do reconhecimento de que a pessoa vivia "completamente perfeita em santidade" (maneira nao-oficial, mas valida para muitos fieis).

 

Bnei Anussim tiraram proveito desta segunda opcao para continuar celebrando o festival de Purim e criaram o Festival de Santa Ester, na Espanha.

 

Apos a conversao forcada e expulsao dos Judeus ocorrida na Espanha (1492) e Portugal (1497), muitos Anussim vieram ao Novo Mundo (Mexico e paises da America do Sul), na esperanca de que poderiam viver em paz e retornar a Lei de Moises.  

 

Muitos trouxeram consigo o Festival de Santa Ester, tambem chamada de Santa Esterica,  como a unica maneira que encontraram de "mascarar" o Festival de Purim. 

 

Este festival foi muito popular entre os Bnei Anussim que chegaram ao Mexico, principalmente no estado de Nuevo Leon, que foi quase que totalmente fundado por cripto-judeus.

 

 

 

Como celebravam

Este festival era celebrado principalmente pelas mulheres, e era dividido em duas partes: um jejum de tres dias e uma refeicao festiva.

 

 

 

Jejuavam por 3 dias?

Jejuavam sim, mas de uma maneira variada:

 

Em 1643, Gabriel de Granada, um garoto de 13 anos, confessou a Inquisicao que as mulheres de sua familia dividiam os 3 dias de jejum entre si, ou seja, algumas jejuavam o primeiro dia, outro grupo jejuava no segundo e outro grupo, no terceiro.

 

Leonor de Pina, uma conversa Portuguesa presa pela Inquisicao em 1619 confessou que ela e suas filhas durante os 3 dias, mas... nao era um jejum de 72 horas, mas um jejum onde elas jejuavam durante o dia e comiam durante a noite. 

 

Para outras familias, o jejum consistia somente no fato das mulheres nao comerem carne por 3 dias... e assim por diante. O importante para as mulheres anussitas era jejuar, nao importa qual a maneira que esse jejum fosse feito.

 

 

 

Por que jejuavam 3 dias se a mitzvah soh pede p/ jejuar 1?

Por que os Bnei Anussim se viam constantemente obrigados a quebrar leis da Torah... por isso jejuavam frequentemente na esperanca de serem perdoados por suas transgressoes. Jejuavam frequentemente, nao soh em Purim e Yom Kippur.

 

 

 

A Refeicao Festiva

Nao dava para celebrar Purim publicamente, entao as mulheres tiveram a grande ideia de acender velas no dia deste festival sob a desculpa de que este era o dia em que elas ensinariam suas filhas a cozinhar e a serem boas donas de casa. Para a Igreja Catolica, o dia de Santa Ester era um "dia de maes e filhas".

 

No livro “Women, Ritual, and Secrecy: The Creation of the Crypto-Jewish Culture,” da escritora Janet Liebman Jacobs, as mulheres usavam esta oportunidade nao soh para ensinar as filhas a cozinhar mas para lhes passar LEIS DE KASHRUT.

 

Em lares anussitas mexicanos que carregavam este festival, imagens feitas de madeira e gesso de Santa Ester eram encontradas, assim como quadros onde ela era desenhada no mesmo estilo de santos catolicos.

 

POREM... o Arcebispo da cidade de Santa Feh, Peter Davis, carregou sua cruzada pessoal entre 1964 e 1974, cujo proposito era eliminar todos os rituais judaicos de Novo Mexico. Ele explicou para os fieis que nao havia nenhuma 'Santa Ester' no Catolicismo e que a celebracao de Santa Ester eh na verdade o festival de Purim dos judeus. 

 

Embora ele tenha se esforcado muito, ainda eh possivel encontrar imagens, quadros e algumas tradicoes do Festival de Santa Ester entre familias descendentes de Bnei Anussim hoje em dia, mesmo que tais familias nao tenham a minima ideia de sua ascendencia anussita.

 

 

 

Kol tuv,

Esther

 

 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

Fontes: 

http://www.timesofisrael.com/queen-esther-patron-saint-of-crypto-jews/

http://www.aish.com/h/pur/t/dt/83867402.html

http://illinoisrbml.tumblr.com/post/112715287596/sundown-marks-the-jewish-holiday-of-purim-a

https://nonsolusblog.wordpress.com/2015/03/12/crypto-judaism-and-the-festival-of-esther/
 

 

Please reload

Posts Destacados

O Que é um Rabino? O Que é Semicha?

October 21, 2018

1/10
Please reload

Procure por Tags
Please reload