© 2015 por Vida Pratica.  

Chinuch Yeladim - Parte 2 PINUKIM (BIRRAS) by Morá Rivkah Bennun

Joke: Uma mãe entra desesperada num consultório e deita no divan, o psicólogo preocupado corre lá e diz: Em que posso ajudar?

A mãe deitada e de olhos fechados responde: Nada não, só me deixa deitar aqui

por uns minutos!

 

 

PINUKIM

O escândalo que algumas crianças fazem diante de uma frustração pode acabar com o dia de qualquer um.


Quem nunca foi ao mercado e se deparou com uma criança berrando pra mãe: “Eu queroooooooooo”?


Puxa vida! Que sentimento de vergonha alheia! Ainda mais quando a criatura resolve fazer aquele número: se jogar no chão, se contorcer... e fazer todo tipo de cena possivel! Tipo... se um olheiro da televisão visse, certeza que contratava para fazer novela!


O pai, a mãe ou quem quer que esteja passando pelo papelão certamente queria ser um avestruz, para enfiar a cabeça na terra. Tudo bem, pois existem pais que já são como os avestruzes, ignoram seus filhos mesmo, e os outros que cuidem... bem... deixa essa pra próxima!


Acredito que nessas horas o sentimento que bate é de terminar o mais rapido possível essa bendita compra e fugir dali! Perdidos e nervosos com o barulho e a atenção que a criança atrai, muitas vezes em público, os pais não sabem o que fazer. 

 

Acredite, a solução não envolve gritos, puxões de orelha ou palmadas (embora essa seja a vontade soberana), mas sim firmeza e autoridade, desenvolvidas a médio prazo.

 

 


Como faço isso?
Segundo especialistas e mães, existem taticas que são infalíveis, uma por exemplo é: se a crianca fizer uma birra por uma determinada "coisa", ou por algum tipo de comida, com muita firmeza a mãe deve dizer:  "Se voce continuar com o choro excessivo nunca mais vai ter (nome  do objeto) ... ou comer este tipo de comida". O medo de perder a tal "coisa" certamente trará a criança a razão.

 

 


E se não der certo?

Como disse acima, voce tem que ser firme, sempre! Após um tempo eles vão entender que é “não” e pronto. 

Mas isso da um trabalhooooo… SIMMMM! E leva tempoooo… YESSSS!

 

 


Vejamos algumas dicas para nos ajudar com relação ao tema:


1. Não perca o controle! Força na peruca! Seja firme mas também acolhedora.


2. Não ceda aos apelos da criança! Por mais que voce fique balançada, não caia neste conto! É so um teatro!


3. Não de atenção a birra! Faça aquela cara de paisagem...


4. Dê castigos proporcionais, eles precisam entender que seus atos têm consequência tanto boa quanto ruim. E no caso de terem um bom comportamento eh OBRIGATORIO ELOGIAR! 


5. Distraia a criança, procure desviar sua atenção para outra coisa. Essa é batata!


6. Mostre a ela que o comportamento dela se difere dos das pessoas em volta, ela ficará com vergonha e não fará novamente.


7. Não adianta conversar na hora da raiva! Eles ficam surdos!


8. Reze, faça salmos e clame a Hashem por ajuda! Gente,  tem uns casos que… Hashem Yaazor!

 

 

 

Reforçar Positivamente
É importante ressaltar que reforçar positivamente o BOM comportamento infantil depois de um ataque de birra ajuda a prevenir novos episódios.

 

Finalmente, tenha certeza de que se isso acontecer com voce, não se preocupe ou desanime! Tu não esta sozinha! Hi 5!
 

 

Que HaShem, bendito seja, nos ajude! Somos ben adam (seres humanos), temos falhas, cometemos erros e assim todos os dias aprendemos! Mas o mais importante não é o erro, e sim a vontade e empenho em melhorar sempre! Esses pequenos são os melhores professores! 


Termino com a frase da minha rabanit, Syme Touitou: "Depois que pari, nunca mais dormi…"

 


Beijo no coração,
Morá Rivkah Bennun


 

Please reload

Posts Destacados

O Que é um Rabino? O Que é Semicha?

October 21, 2018

1/10
Please reload

Procure por Tags