A Importancia da Genealogia (O Bugre que virou Bulgaro)

As historias DIVERTIDAS (e serias ao mesmo) abaixo nos mostra a importancia de fazermos nossa genealogia quando clamamos sermos descendentes de algum grupo etnico. O jovem Alessandro Jose da Silva Carvalho, da comunidade de Facebook chamada Genealogia Anussim, tem feito e avancado muito em suas pesquisas e recentemente dividiu esta perola dos seus achados genealogicos:

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


"Prezados participantes do grupo, Trago agora para vocês três coisas sérias, importantes, mas que se deram de forma muito cômica em pesquisas de famílias. Agora que estou "adiantado" em minha árvore genealógica estou a socorrer amigos que estão estacionados, e realizando estas ajudas, me deparei com 3 situações no mínimo pitorescas. Um primeiro amigo me afirmava ter sangue de Baiano, pois carregava prova disto no sobrenome, pois chamava-se FULANO DE TAL "BAHIA". Eu anotei tudo e fomos às evidências, com o progresso da pesquisa, ficou latente que seus antepassados nunca moraram na Bahia, era um sobrenome agregado aos seus ascendentes quando estes habitavam a costa Italiana, era realmente em alusão a uma Bahia, mas não a de todos os santos, mas sim a Bahia napolitana. Risosss Um segundo amigo me dizia que era descendente de coronéis alagoanos famosos, os "PEREIRA PINTO". Com o desenrolar da pesquisa, qual não foi a surpresa? Também não tinham absolutamente nada de Alagoanos, outrossim eram mineiros de uma pequena cidade chamada ALAGOA, situada no sul do Estado, com dois mil e setecentos moradores atualmente. Risosss Uma terceira amiga me dizia com orgulho que sua antepassada era da Bulgária, por tanto ela teria sangue búlgaro, era um segredo que passava de pai para filho. Quando entrei na questão, comecei uma pesquisa séria e provou-se que ela não tinha sangue búlgaro, pelo contrário, seu sangue era de Bugre (um termo pejorativo para se falar dos povos primitivos da costa brasileira, "Índios"). Risosss Agora quando vou auxiliar algum amigo (a), já vou com total imparcialidade, pois começamos por um norte, mas no decorrer das pesquisas descobrimos coisas totalmente inusitadas e inesperadas. Cabe saber, se aqueles que desejam procurar, estão preparados para descobrir as verdades que virão. Espero, que estes relatos sejam uma vez mais de proveito para este grupo.

Forte abraço!!!"

Posts Destacados
Procure por Tags

© 2015 por Vida Pratica.